6 coisas a evitar em um intercâmbio

6 coisas a evitar em um intercâmbio

Fazer um intercâmbio é o sonho de muitas pessoas – o que é bem natural, já que a experiência é super enriquecedora. Ainda assim, algumas pessoas acabam cometendo alguns erros que podem comprometer esse momento. Elas podem até mesmo atrapalhar a tão sonhada fluência no inglês. Por isso, há várias coisas a evitar em um intercâmbio.

Ficou assustado? Então é bom entender um pouco mais sobre o assunto e tomar o máximo de cuidado para não cair em nenhuma dessas armadilhas, certo? Descubra aqui o que evitar em um intercâmbio e porquê. #Partiu?

1. Ter vergonha de falar em inglês

Algumas pessoas chegam ao país de destino e começam a conversar com muitos nativos. O inglês perfeito e a fluência na hora de se comunicar acabam deixando alguns deles mais inibidos na hora de falar (e perceber que seu inglês não é lá aquelas coisas – ou as vezes até que está “fraco”).

Pode ser que seja mais difícil num primeiro momento. Porém, são os nativos e pessoas que falem em inglês que vão fazer com que você pratique o idioma. Então, deixe a vergonha para trás e se esforce na tarefa de puxar assunto.

2. Conviver de forma exagerada com brasileiros

Somado a isso, pode ser que você acabe encontrando brasileiros e se sentindo bem à vontade. Isso tudo é muito natural, pois têm costumes e gostos bem parecidos. Ainda assim, é bom tomar cuidado. Afinal, ficar falando em português é uma coisa que você deve evitar em um intercâmbio, com todas as forças!

É claro que você pode encontrar amigos brasileiros, mas conviver só com eles pode ser um grande erro! Por mais que tenha a sensação de estar “em casa”, vocês acabam falando português e se fecham em grupinhos.

Por isso, procure destinos ou cidades menos badaladas na hora de aprender inglês, como África do Sul e Nova Zelândia. Ou então, tenha esse cuidado em outros destinos mais concorridos. O ideal é sempre tentar conviver com nativos ou pessoas de outras nacionalidades. Assim você convive com estrangeiros e aprende sobre os costumes locais.

3. Experimentar de tudo sem pensar nas consequências

Eu sou um grande estimulador da prática de experimentar novas coisas, comidas e lugares. Ainda assim, é bom tomar cuidado! Na hora de aprender sobre novas culturas, entenda o que elas oferecem e se você pode sofrer com algum tipo de alergia.

As comidas orientais (como japonesas, chineses e tailandesas) são um exemplo. São super saborosas, mas é bom tomar cuidado para não ter uma reação adversa em outro país – o que pode ser bem desesperador.

Portanto, se você é o tipo de pessoa que não conhece seu histórico de alergia, então esteja atento! Assim você não gasta seus dias no hospital ou se recuperando de alguma coisa.

4. Não considerar as leis do país que está visitando

Como você deve imaginar, países distintos têm legislações bem diferentes. Aqui no Brasil, por exemplo, estamos acostumados com a Lei Seca, que não permite colocar uma gota de álcool na boca se for dirigir. De forma bem diferente, você pode beber quando você viaja para os Estados Unidos. Lá é permitido beber moderadamente.

Por essas e outras, é muito importante parar e tentar entender um pouco melhor sobre as regras do país que vai viajar. Gaste algum tempo entendendo minimamente as leis básicas de cada possibilidade de destino e livre-se de muita dor de cabeça!

5. Não cuidar da saúde

Viajar sem um suporte de saúde não é nada bom! Isso é uma coisa importante a evitar em um intercâmbio. Pense que esse pode ser o primeiro momento em que você passa apuros sem a ajuda de ninguém. Para não se desesperar além do necessário, esteja devidamente protegido.

Lembre-se que alguns lugares podem ter clima muito diferente, o que é um prato cheio para gripes e outros problemas. Então, cuide do seu corpo e da sua saúde!

6. Não explorar o que a cidade tem

Você está fazendo um intercâmbio e deve aproveitar cada segundo disponível! Muitas pessoas acabam caindo em um grande marasmo. Isso faz com que explorem menos as possibilidades que estão abertas bem na sua frente. Não caia nessa!

Explore a cidade e a região que está inserida. Visite os pontos turísticos, tente entender um pouco melhor sobre as comidas e o que mais considerar importante. Pense que pode ser que você nunca mais visite esse lugar novamente (ou demore muitos anos para isso). Então, enjoy!

Depois de conhecer o que evitar em um intercâmbio, considere esses pontos e seja cuidadoso com essa experiência. Essa é uma ótima maneira de viver com ainda mais intensidade cada momento.

E você, conhece outro ponto que deve ser considerado? Compartilhe nos comentários abaixo e ajude outras pessoas também! (:

Comentários