Dicas para aprender inglês sozinho

18 dicas para você aprender inglês sozinho

De tempos em tempos sempre me deparo com uma pergunta comum: “o que devo fazer para aprender inglês sozinho?”. Eu já trouxe aqui no blog várias formas diferentes de aprender o idioma, como por meio de filmes, séries, músicas, cozinha, aplicativos e várias outras coisas.

É claro que essas dicas podem ser incorporadas por quem estuda em grupo também. No entanto, elas podem ser incorporadas por quem quer aprender inglês por conta própria. Pensando nisso, fiz agora uma postagem ainda mais específica sobre o assunto. Então, se você está nessa onda de aprender inglês sozinho, está no lugar certo!

Acompanhe nesse post completíssimo algumas dicas que levantei especialmente para você. Vamos juntos nessa?

Comece com calma

É muito importante entender que ninguém vira fluente num idioma de um dia para o outro. Por isso, por mais empenhado que você seja na tarefa de aprender inglês sozinho, lembre-se que isso pode levar algum tempo.

Então comece por etapas, sempre entendendo que é preciso ser paciente e comprometido para alcançar os resultados que tanto almeja. Você vai ver que entender isso já é um passo e tanto!

Organize um tempo e um espaço específico

Aprender qualquer coisa sozinho envolve muita disciplina e força de vontade – e não é diferente no caso do inglês. Como não existe ninguém para “ditar as regras” e dizer o que se deve fazer, é fundamental que o aluno esteja muito envolvido com a tarefa.

Para começar, é muito importante organizar um espaço na sua agenda para se dedicar exclusivamente ao estudo de inglês. Quando não fazemos isso, outros compromissos acabam aparecendo e fica muito difícil priorizar.

Depois disso, é muito bom também separar um espaço específico em que você vai estudar. O ideal é que seja um lugar tranquilo, ventilado e com boa iluminação. Se possível, é importante que ele também conte com todo suporte. Materiais escolares, gravadores, dispositivos para visualizar vídeo e demais recursos são muito úteis.

Crie um ambiente de imersão

Sempre volto para dar essa dica para quem acompanha o blog: envolva-se com a língua inglesa o máximo que puder. Estar em contato frequente com a língua é a melhor maneira de aumentar sua capacidade de compreensão, pois seu cérebro se acostuma com ela.

E tem mais: essa é uma forma de garantir ainda mais facilidade, pois você consegue fazer associações e aprender de forma acelerada. Não se esqueça: o ambiente de imersão é um grande diferencial para quem quer aprender inglês sozinho (e qualquer outra pessoa interessada também).

Explore a leitura em inglês como um diferencial

Ler textos curtos em inglês todo dia é uma ótima maneira de turbinar seus conhecimentos no idioma. Esse simples hábito faz com que você esteja contato com novas palavras, construções e vários outros detalhes que fazem com que seja bem mais fácil associar tudo.

Quando começamos a estudar português é muito comum que os professores estimulem seus alunos a lerem com frequência, não é mesmo? A realidade funciona mais ou menos da mesma forma em inglês.

Portanto, quanto maior o seu contato com a língua, mais fácil fica perceber como escrever determinada palavra. Além disso, você se acostuma tanto com o idioma, que também reconhece os erros de forma mais fácil e rápida.

Memorize algumas frases âncoras

Já trouxe aqui no blog algumas frases que todo mundo que está aprendendo inglês tem que saber. Pois bem, a regra continua valendo para quem vai aprender inglês sozinho.

Elas representam frases âncoras, ou seja, funcionam como uma referência nas mais diversas situações. Por isso, não perca tempo e memorize algumas delas agora mesmo.

Além de memorizar, invista algum tempo entendendo como pronunciar cada uma dessas frases. Esse é um grande ganho que você vai carregar consigo por um momento da sua vida.

Assine e assista canais de dicas de inglês no YouTube

Já ouvi algumas pessoas falando que podem aprender tudo no YouTube. Tudo talvez seja um pouco de exagero, mas não dá para negar que é sim possível aprender MUITA coisa por meio do canal.

Uma dica que ajuda muito é assinar canais que têm o objetivo de ensinar o inglês de forma dinâmica e consistente. Eles ajudam a melhorar a pronúncia, aprender detalhes da formação de palavras e várias outras coisas.

Basta sentar alguns minutos e fazer uma busca rápida para encontrar várias opções. Dê preferência para nativos em inglês que explicam tudo em português. Essas costumam ser as melhores opções!

Aprenda e cante músicas em inglês

As músicas também são grandes aliadas para quem quer aprender inglês sozinho – e o melhor: pode ser com o ritmo que preferir. Uma ótima iniciativa é começar a ouvir as que você mais gosta e tentar entender, nem que seja uma ou outra palavra ou frase.

Depois, aprenda a letra das suas canções favoritas. Você pode contar com a ajuda de alguém para a tradução, mas vai perceber que é possível enriquecer muito o seu vocabulário dessa forma. Não dá para negar: são muitas palavras e expressões que podemos aprender dessa maneira!

Para fechar, dedique ainda algum tempo para cantar essas canções como um grande ensaio. Você vai ver que é possível evoluir muito com a pronúncia quando adotar essa prática.

Assista filmes e séries em inglês

Já pensou em assistir um filme ou série totalmente em inglês? Essa também é uma ótima alternativa para quem quer aprender inglês sozinho. O ideal é começar fazendo isso com algo que você já assistiu uma vez ou já saiba a história.

Se for esse o caso, pode começar com as legendas em inglês e depois partir para uma versão sem nenhuma ajuda – uma forma muito eficiente de treinar a compreensão! Além disso, como você já conhece o contexto, fica bem mais fácil entender tudo.

Uma dica para os iniciantes é assistir desenhos animados. Não importa a sua idade, é possível aprender muito com cada um deles, pois contam com diálogos simples, mas muito enriquecedores.

Invista em um bom dicionário

O dicionário pode ser um grande ajudador, mas deve ser escolhido de forma criteriosa. Busque um modelo que faça traduções para o inglês e force o seu cérebro a se acostumar com a língua. É isso mesmo: nada de pegar uma opção que traduza do inglês para o português.

Acredite em mim: existem muitos bons modelos disponíveis e vários deles você nem precisa comprar, pois pode acessar online.

Leia em voz alta e conte com a ajuda de um gravador

Ler textos em inglês é uma ótima maneira de abrir a sua mente e avançar nos conhecimentos do idioma (e não é à toa que essa foi uma das primeiras dicas que compartilhei). O que poucas pessoas pensam é que podem evoluir nesse sentido e melhorar muitas outras habilidades também.

Depois de treinar a leitura e aprender sobre as novas palavras, você ainda pode dar uma super acelerada na pronúncia. Não sabe como? Eu te explico! Experimente ler o texto em voz alta e grave a sua performance.

Pode parecer um pouco estranho em um primeiro momento, mas essa é uma ótima forma de perceber como sua pronúncia tem sido, onde você “agarra”, pontos para desenvolver e vários outros detalhes. Como você pode perceber, uma experiência muito rica!

Crie um grupo no WhatsApp para falar inglês

O grupo no WhatsApp é apenas um exemplo, pois você também pode praticar por e-mails e outras plataformas. O importante é envolver apenas amigos ou conhecidos que estejam comprometidos em acelerar o seu conhecimento em inglês também (afinal de contas, alguém sem compromisso pode acabar atrapalhando tudo).

Pode parecer um pouco despretensioso, mas seu cérebro vai sendo forçado a “virar a chave” em algumas situações e começa a tratar o inglês com mais naturalidade. Então, não perca tempo e adote essa prática!

Faça listas em inglês

Você é o tipo de pessoa que faz uma lista das suas obrigações, para ir ao supermercado ou qualquer outra coisa? Então, explore a novidade de fazer isso em inglês. Assim como outras dicas, essa atividade pode soar um pouco estranha em um primeiro momento, mas é uma ótima maneira de evoluir.

Por mais que você não saiba escrever tudo que gostaria, vai ter que pesquisar. Isso é ótimo, pois representa um ganho em vários sentidos (como vocabulário, estruturação, etc).

Outro ponto positivo é aprender a comunicar o que gostaria de maneiras diferentes. Por mais que você não saiba como escrever alguma coisa específica, pode ser que consiga dizer mais ou menos a mesma coisa de outra maneira. Essa é outra vantagem, pois ficamos mais seguros e conseguimos nos comunicar melhor.

Invista em um exame de proficiência

Se você quer saber sem enganos qual é o seu verdadeiro nível de proficiência em inglês, então nada melhor que fazer um exame que prove isso. Existem muitos disponíveis, como o TOEFL, IELTS e vários outros.

Caso não queira gastar dinheiro com isso, então é bom saber que existem outros modelos gratuitos disponíveis na internet. Essa é uma forma de receber um resultado formal sobre o seu verdadeiro conhecimento em inglês, já que eles testam as 4 habilidades fundamentais (escrita, audição, fala e leitura).

Leia as notícias em inglês

Informar-se dos acontecimentos mundiais por meio de notícias em inglês também é uma baita oportunidade. E o melhor: se você for iniciante, pode procurar a notícia em português, entender o contexto e só então partir para os sites estrangeiros.

Adotando essa prática você acaba tendo cada vez mais contato com o idioma – o que só traz benefícios. Lembre-se que o ambiente de imersão pode ser um verdadeiro definidor do sucesso da sua trajetória, então não desperdice as oportunidades.

Faça atividades para treinar o seu nível de conhecimento

A tecnologia é uma grande aliada para quem quer aprender inglês sozinho, de forma leve e sem pressão. Prova disso é que existem muitos sites e aplicativos com diversas atividades, desafios e treinamentos em inglês. Ou seja, só não se apropria desses benefícios quem não quer!

Como esse não é o seu caso, adote algumas dessas tarefas no seu desafio de aprender inglês sozinho e perceba como tudo pode ficar mais fácil dessa maneira.

Escreva textos de vez em quando

Já adiantei como ler textos em inglês é importante, mas produzir alguns materiais também pode ser muito útil. É claro que ninguém começa escrevendo um trabalho super complexo, mas é bom não desprezar os pequenos inícios, pois são eles que nos levam a grandes entregas.

Por isso, esforce-se para escrever alguns textos de tempos em tempos. Pode ser sobre como está se sentindo, sua cidade, família, trabalho, sonhos, etc. O tempo passa e você vai perceber como tudo pode ficar bem mais fácil dessa maneira!

Aposte em games e outros jogos

Os games e brincadeiras representam outra ótima alternativa para quem quer acelerar os conhecimentos em inglês (por mais que muitas pessoas não acreditem nisso). Como são muito bem estruturados e contam com uma “história” por trás, ajudam no desenvolvimento de vocabulário, contextos e várias outras coisas desse tipo.

Então, se você gosta de gastar esse tempo sozinho, aproveite para colocar as legendas em inglês e dar aquela potencializada nos conhecimentos.

Deixe os erros e o medo de lado

Ter medo de errar é um dos maiores erros que as pessoas cometem. Por isso, fuja dessa armadilha a todo custo. Seja paciente consigo mesmo e entenda que cometer erros é um grande avanço, pois sinaliza que você está se expondo e tentando – e aprendendo. Isso, por si só, pode te colocar na frente de vários outros alunos.

Agora que já sabe como aprender inglês sozinho, trate de incorporar essas dicas na sua rotina. É claro que existem muitas outras opções e você vai acabar se deparando com muitas delas no próprio caminho. Uma coisa é certa: essas que listei aqui já representam um ótimo começo!

E você, também tem algumas dicas que segue por conta própria? Compartilhe nos comentários abaixo e ajude outras pessoas também!

Comentários