Diferenças entre Inglês americano x Inglês britânico

Inglês Americano x Inglês Britânico – Entenda as diferenças

Se você já conversou com um português, provavelmente percebeu como a mesma língua pode ser diferente. As pessoas no Brasil falam de uma maneira, enquanto em Portugal falam de outra. E não é para menos, já que os quilômetros de distância e os continentes diferentes podem favorecer as mudanças, tornando o mesmo idioma diferente em vários sentidos.

Essa realidade também existe para o inglês americano e o britânico – mesmo sendo inglês, eles podem ser incrivelmente diferentes. Se você tem interesse em saber mais sobre o assunto, então não pode deixar de ler a postagem de hoje.

As diferenças existem mesmo?

Algumas pessoas se recusam a acreditar que as diferenças existem, mas elas podem ser mais perceptíveis que você pode imaginar. Como já falei muitas vezes aqui no blog, o inglês é essencial para quem quer se destacar – seja no mercado de trabalho ou na carreira acadêmica.

O que poucas pessoas sabem é que o inglês pode ser bem diferente quando é falado na América ou no Reino Unido – e mais ainda na Austrália, mas deixamos esse assunto para outra postagem. Conheça hoje as principais diferenças entre o inglês britânico e o inglês americano.

A forma de pronunciar

A pronúncia talvez seja o primeiro ponto que as pessoas reparam, afinal de contas, basta assistir um filme ou seriado produzido nesses países para perceber as diferenças. Identificar um ator americano ou britânico pode ser mais fácil que você imagina – a pronúncia é realmente beeeem diferente.

É claro que é possível entender o que cada um fala, mas os americanos têm uma fala mais aberta, enquanto os britânicos apostam em uma pronúncia mais fechada. O exemplo mais clássico entre os conhecidos é o da palavra “can’t”, que significa não poder. Os americanos e ingleses pronunciam de formas bem distintas.

A origem das línguas

Nós falamos português no Brasil porque fomos colonizados por Portugal, certo? A mesma coisa aconteceu entre Estados Unidos e Inglaterra. Os ingleses partiram no processo de expansão e descobriram a América do Norte, colonizando os Estados Unidos e Canadá por anos.

Como você deve imaginar, com toda distância entre os países, é mais que natural que a língua se desenvolva de maneiras diferentes, ganhando um perfil mais peculiar em cada um deles. Por mais distintas que as línguas sejam, vale lembrar que as pessoas conseguem se comunicar bem entre elas, independente do tipo de inglês que falam.

A escrita

Como você já viu, a forma de falar pode ser perceptível, mas na forma de escrever também pode ser diferente. Embora seja mais difícil de perceber, quem lê sempre em inglês consegue reparar uma diferença ou outra.

As palavras que terminam em OR no inglês americano, por exemplo, normalmente terminam com OUR no britânico. Assim, color vira colour e flavor vira flavour. A forma de finalizar as palavras também pode ser diferente:

– NSE (americano ) e NCE (britânico)

– IZE (americano) e ISE (britânico)

Veja outros exemplos:

Apologise/apologize

Defence/defense

Colour/color

Favourite/favorite

A gramática

A gramática também não escapou ilesa nessas alterações no decorrer dos anos. No inglês americano, é falado de forma mais direta e enxuta, sendo reconhecido pela fala rápida e até por “comer” algumas palavras. Do outro lado, no inglês britânico é posicionado de forma mais formal e tradicional, falando da maneira correta e com todas as palavras e conectivos. A diferença é perceptível na forma como se relacionam com a língua.

Além disso, a forma de formular as frases também pode variar um pouco de país para país. No caso de possessive, por exemplo, os britânicos usam a expressão have got. Você consegue imaginar o que os americanos fizeram? Engoliram o got.

Nesse caso, o primeiro grupo falaria: Have you got a car? Enquanto o segundo falaria: Do you have a car?

O vocabulário

Para fechar as alterações, não poderia deixar de compartilhar as diferenças de vocabulário, não é? Por mais que não seja regra, elas existem sim. Veja alguns exemplos:

A primeira palavra é em português, a segunda no inglês britânico e a terceira no inglês americano.

Banheiro: toilet/bathroom

Calças: trousers/pants

Caminhão: lorry/truck

Futebol: football/soccer

Metrô: underground/subway

Como você pode perceber, as diferenças existem sim. Entretanto, como falei, elas não comprometem em nada a comunicação entre pessoas de países distintos. Tendo cuidado, atenção e educação é possível dominar essas diferenças – garanto que elas não vão atrapalhar na hora dos estudos do inglês.

E você, ficou com alguma dúvida ou conhece outra diferença interessante? Não deixe de comentar no espaço abaixo. Além disso, aproveite para contar qual é o seu sotaque favorito – americano ou britânico?

Comentários