inglês americano x inglês australiano

Inglês americano x inglês australiano: veja algumas diferenças

Já falei aqui no blog sobre as diferenças que o inglês americano e o britânico tem, mesmo sendo tão parecidos em sua essência. Como você deve imaginar, o inglês australiano também tem suas peculiaridades, podendo ser, inclusive, o mais diferente entre eles. Se você já percebeu ou quer ainda saber quais são as diferenças entre o inglês americano x inglês australiano, então vai adorar a postagem de hoje!

Sotaque diferente

Essa é, sem sombra de dúvidas, a principal diferença entre o inglês americano x inglês australiano: o sotaque. A verdade é que os dois são descendentes de ingleses, já que tanto Estados Unidos quanto Austrália foram colonizados pela Inglaterra. Entretanto, como ficam em pontos bem distantes (e a Austrália, de quebra, é uma ilha de proporções continentais) eles sofreram outras influências.

Pois bem, essa questão do sotaque aconteceu em várias regiões e não seria diferente no caso da Austrália, concorda? O mesmo aconteceu com os Estados Unidos e com o próprio Brasil – que hoje tem o português bem diferente de Portugal.

O resultado disso tudo, como você deve imaginar, é uma língua bem diferente. Os imigrantes de outros países e a presença de povos locais acabou mudando a forma como eles se comunicam. A diferença já diminuiu um pouco nas grandes cidades australianas, mas ainda pode ser facilmente percebida em cidades menores e interioranas, onde o sotaque ainda é bem forte.

Para você ter uma noção melhor, algumas palavras com som “ei” podem ser pronunciadas com “ai” na Austrália. A palavra day é um grande exemplo, já que ela é falada “dai” e não “dei”, como na maioria dos outros países de língua inglesa.

Palavras encurtadas

Além do sotaque mais carregado, os australianos também ficaram conhecidos por “cortarem” algumas palavras. Este é outro ponto que também pode dificultar a compreensão em um primeiro momento, mas com o qual você logo se acostuma.

Eles não pronunciam todas as letras das palavras. Se você já foi em Minas Gerais vai entender bem o que eu estou falando. E eles ainda têm uma pronúncia um pouco mais anasalada, como o pessoal de São Paulo quando fala o tradicional “mêo”. Entretanto, isso não significa que você não vai conseguir se comunicar, então, desencane!

Para entender melhor, eles usualmente falam o início e o fim, além de cortarem muitas vezes os R`s das palavras por uma vogal. Veja alguns exemplos de como eles fazem:

What? – Wha?

GoingGoin

CarCah

ForeverForeva

Muitas gírias

Assim como em outras línguas, o inglês australiano é famoso por ter muitas gírias em seu vocabulário. É claro que isso pode representar um desafio um pouco maior em um primeiro momento. No entanto, essa é também uma forma de se divertir e interagir com mais facilidade.

Portanto, não fique preso a esses detalhes. Entenda que você pode aprender cada um deles ou ainda perguntar o que significa. Eles costumam não ter nenhum problema com essa situação. Veja algumas delas: (lembrando que, primeiro vem o australiano, depois o americano e, por fim, a tradução):

BarbieBarbecue – Churrasco

GdayHello – Olá

LollieCandy – Doce/Bala

PresieChristmas Present – Presente de Natal

TellieTelevision – Televisão

 Ortografia e Gramática

Para terminar, você deve estar pensando como escrever em meio a tantas diferenças assim, não é mesmo? O inglês australiano não tem um órgão criador de regras ou de direcionamento da língua, o que acaba dificultando mais.

Isso significa que eles mesmo não sabem como escrever muitas vezes, recorrendo ao Macquarie Dictionary (algo como o dicionário oficial do país). Entretanto, você não precisa se preocupar muito, pois ele é muito parecido com o inglês britânico. Ou seja, as diferenças entre o inglês americano x inglês australiano serão as mesmas entre o inglês americano e o britânico.

Além disso, a melhor forma de aprender isso é tendo contato com a língua. Então, conforme você começar a ler sites australianos, ler jornais ou conhecer alguém do país, vai perceber essas diferenças. Sobre a gramática, a semelhança continua valendo.

Como você pode perceber, as diferenças existem. Contudo, ainda são mais sentidas na pronúncia de sons – o que você só aprende quando começar a usar a língua. Uma boa dica se você está querendo aprender ou vai viajar para lá é ouvir alguns dos diversos vídeos no YouTube ensinando sobre as diferenças.

E você, entendeu ou ainda ficou com alguma dúvida sobre as diferenças do inglês americano x inglês australiano? Não deixe de comentar no espaço abaixo que terei o maior prazer em te esclarecer. Nos encontramos em breve!

Comentários