Intercâmbio mais barato

Como fazer um intercâmbio mais barato

Fazer um intercâmbio para aprender inglês e conhecer novas culturas é o sonho de muitas pessoas. Ainda assim, a oportunidade ainda é inacessível para alguns. Sejamos francos: pelo que as pessoas contam aí, o investimento é incrivelmente alto. Você deve estar se perguntando: “será que existe uma forma de fazer um intercâmbio mais barato?”

A boa notícia é que, SIM, existe! E você pode buscar alternativas que te aproximem desse desejo. Quer saber como? Então venha comigo que te conto!

Comece procurando por bolsas de estudos

Tudo bem que não é a tarefa mais fácil do mundo ser premiado com uma bolsa de estudos no exterior, mas a oportunidade existe e você deve (ao menos) tentar. Essa ainda é a forma mais econômica de viajar, até por que você está sendo pago para isso.

Eu conheço vários amigos que estão sempre de olho e até conheço algumas pessoas que já foram. Portanto, fique atento nas áreas do seu interesse e prepare-se. Até mesmo porque a candidatura demanda muito esforço, então é bom se preparar de verdade. Pense que você deve ser um candidato interessante para ganhar uma bolsa e cruze os dedos!

Escolha um destino onde possa trabalhar

Ter um lugar onde você possa ganhar um dinheiro ou fazer um bico já ajuda bastante. Justamente por isso, é preciso escolher um destino onde isso seja possível, como Irlanda e Austrália. Outros destinos, como Estados Unidos e Inglaterra, por exemplo, não permitem a combinação e o estudante deve apenas estudar (ou trabalhar ilegalmente – o que pode ser bem perigoso).

Se você tiver dificuldade em encontrar alguma opção, peça ajuda a uma das agências de intercâmbio. Dessa forma você vai pensar: “Assim fica mais fácil um intercâmbio que caiba no meu orçamento”. Isso, com certeza, vai fazer você ficar ainda mais empolgado.

E tem mais: o trabalho não precisa ser relacionado à sua área de formação, principalmente se for temporário. Qualquer experiência pode ser muito enriquecedora, aumentando seu contato com nativos e fazendo você aprender inglês com mais facilidade.

Vá por conta própria

As agências podem ajudar muito e arrumar ótimos esquemas para os estudantes. Entretanto, como se sabe, elas cobram por esse serviço. Por isso, se você quer mesmo economizar, talvez a melhor opção para fazer um intercâmbio mais barato seja ir por conta própria.

É claro que isso pode ser um pouco mais complicado, ainda mais se você não tem experiências com viagens internacionais. Ainda assim, dá para pesquisar tudo, entrar em contato com as escolas de lá e seguir com a cara e a coragem.

Outro ponto interessante dentro do “vá por conta própria” é escolher uma hospedagem que caiba no seu orçamento. Ficar nas tradicionais casas familiares pode ser muito caro. Nesse tipo de situação, o melhor caminho é dividir o quarto com alguém e diminuir consideravelmente os gastos.

Escolha uma cidade/país com custo mais baixo

Querer morar em Nova York, San Francisco, Perth ou Londres pode ser bem mais caro que viver no interior ou em países mais baratos. As cidades turísticas e capitais têm um custo de vida superior – como é natural em qualquer país. Tudo isso sem contar que existem países que são mais caros que outros, então é bom pesquisar e ficar atento a tudo.

A Inglaterra, por exemplo, pode ser bem cara, mas outros países podem ser atrativos para quem está com o orçamento menor e precisa fazer um intercâmbio mais barato. Você pode escolher algum dos que tem inglês como língua oficial, tais como Estados Unidos, Nova Zelândia, Reino Unido, Austrália e Maurícia (na África).

Seja econômico durante a viagem

Se o seu orçamento é pequeno, é fundamental tomar atitudes econômicas. Pode ser mais prudente cozinhar em casa do que comer em restaurante, por exemplo. Outra boa dica é se desprender de vez de coisas mais supérfluas, como fazer unha em salão ou viver lanchando na rua.

É possível fazer um intercâmbio mais barato, mas viajar com dinheiro contado exige certos sacrifícios. Contudo, também pode ser muito recompensador. Você vai amar cada segundo de estar em um outro país e, de quebra, vai aprender demais (em vários sentidos).

Planeje e pesquise MUITO

Essa dica é a última, mas talvez esteja entre as mais importantes. Além de tudo o que vimos, organizar-se é uma das melhores maneiras de começar a juntar um pouco mais de dinheiro, conseguir preços melhores e até parcelar uma coisa ou outra.

Quem pesquisa acaba descobrindo maneiras alternativas, programas for free e várias outras vantagens, como restaurantes baratos ou meios de locomoção alternativos (como andar de bike). Garanto que você não vai se arrepender!

Agora você tem certeza que é possível ter uma experiência internacional com as suas possibilidades de vida, não é mesmo? Não adianta mais usar aquela desculpa clichê: “não consigo fazer um intercâmbio que fique dentro do meu orçamento”, pois com planejamento e força de vontade você consegue fazer um intercâmbio mais barato sim! 😉

Que tal compartilhar essa verdade com outras pessoas? Essa é uma forma de ajudar outros interessados e mostrar que seus preparativos para essa jornada inesquecível já começou!

Comentários