passaporte sempre pronto

Por que ter o passaporte sempre pronto?

Muitas pessoas passaram um susto no Brasil nos últimos dias. Em uma declaração oficial, a Polícia Federal suspendeu temporariamente o serviço para retirada do passaporte brasileiro.

Isso significa que, exceto em casos de urgência, como casos de viagens internacionais a trabalho ou lazer, as pessoas precisam esperar para ter esse documento em mãos.

Como você pode perceber, ter o passaporte sempre pronto pode facilitar demais. Veja aqui o que você pode fazer e qual é o caminho que deve seguir nesse tipo de situação. Vamos lá?

A situação atual

No final do ano passado, quem estava planejando uma viagem para o exterior e não tinha passaporte caiu para trás. Isso aconteceu porque a Casa da Moeda, responsável pela impressão de passaporte brasileiro, cancelou a produção temporariamente. A medida foi uma resposta pela falta de pagamento da parte do Governo.

A situação se agravou um pouco mais em junho deste ano. Depois de ter um tempo com problemas na entrega do passaporte, ela se tornou ainda mais difícil e fora do prazo previsto.

Isso fez com que os passaportes precisassem de mais de 30 dias úteis para ficarem prontos, um tempo bem maior, já que demoravam apenas 10 no prazo normal.

Para piorar o que já não era tão bom, a Polícia Federal suspendeu a emissão de novos passaportes — uma medida por tempo indeterminado. Com a mudança, eles ainda fazem apenas os de emergência.

O que fazer?

Se você está nesse grupo que precisa agilizar o passaporte, é bem provável que tenha ficado um pouco desanimado com essa postagem. É claro que a situação vai se normalizar, mas muitas vezes nem podemos esperar.

Para saber como agir nessa fila para pegar um novo passaporte, veja o que adotar:

Esteja com a documentação certa

Não tem como fugir: você precisa apresentar alguns documentos se quiser tirar o passaporte. Para agilizar o processo e não perder tempo, nada melhor que ter a documentação em mãos:

  • Título de eleitor e comprovante de quitação eleitoral;
  • Documento de identidade ou outro como Carteira de Trabalho e Habilitação com foto;
  • CPF;
  • Quitação de serviço militar para os homens;
  • Apresentação de certificado de naturalização para aqueles que o têm.

Com tudo isso em mãos fica mais fácil se preparar e ter o passaporte sempre pronto.

Dê entrada na ficha da Polícia Federal

Essa é outra etapa que não tem como pular: todas as pessoas precisam fazer a solicitação de passaporte online. Nesse momento, é necessário preencher todos os dados pessoais, documentos e outros detalhes, como endereço e profissão. Tudo isso no site da Polícia Federal.

Além disso, é necessário selecionar a cidade onde você quer realizar o atendimento e garantir que estará na data e horário marcados. Procure o lugar que seja mais cômodo para você.

Faça o pagamento do boleto bancário

O requerimento do passaporte vem acompanhado de uma guia para pagamento. O boleto bancário tem custo de R$257,25, mas, no caso emergencial, o preço é mais alto e o investimento fica em R$334,42.

Quem vai tirar o passaporte pela primeira vez, ou seja, não tem um antigo para apresentar, tem que desembolsar uma quantia ainda superior. Nesse caso, o custo é de R$ 514,50 — por isso é bom estar financeiramente preparado.

Agende a data

Depois de ter o protocolo em mãos e o boleto pago, é importante agendar uma data. Escolha o posto mais próximo da sua casa ou do trabalho. Caso viva no interior, é bem provável que tenha que se dirigir para uma capital ou cidade maior para realizar o procedimento.

O processo é bem simples, mas você deve chegar na hora programada se quiser garantir o atendimento. Depois de uma rápida verificação, eles tiram algumas fotos e recolhem a assinatura digital.

Você recebe de cara um documento de confirmação com uma data específica para retirar seu passaporte. Na data certa, você vai retirar o documento, que tem validade de 10 anos.

Os casos emergenciais

Como falei acima, você deve se programar para sua necessidade. Se for urgente, por exemplo, o ideal é pedir o passaporte emergencial e garantir. A taxa é um pouco mais cara, mas é uma comodidade e garantia para quem está com viagem comprada.

Além disso, como as solicitações estão suspensas, estar preparado para quando os serviços voltarem é a melhor medida a se tomar.

Agora que você entende melhor o real valor de ter o passaporte sempre pronto, programe-se e não passe aperto nesse tipo de situação. Ajude seus amigos a entenderem melhor o processo e compartilhe essa postagem nas redes sociais. Tenho certeza que será uma ajuda e tanto!

Comentários