toefl ou ielts

TOEFL ou IELTS: qual a melhor opção?

A certificação em inglês é uma coisa muito importante e ultimamente temos tratado muito desse assunto aqui no blog. Entretanto, uma coisa não dá para negar: com tantas opções, muitas pessoas ficam sem saber qual é a melhor certificação. Pode parecer bobagem em um primeiro momento, mas muitos ficam em dúvida se aplicam para o TOEFL ou IELTS.

Nada mais natural, já que os dois são muito específicos e podem ser considerados ideais em situações diferentes. Não acredita? Entenda mais sobre o assunto na postagem de hoje e garanta a melhor opção para você e sua realidade.

A importância do TOEFL

Estou sempre falando e preparando os alunos para esse exame. Nada mais natural, já que a prova do TOEFL está, sem sombra de dúvidas, entre as mais famosas do mundo.

Para quem não sabe, o teste é aplicado pela internet, no computador. Mas nada de achar que vai conseguir fazer com a ajuda de alguém ou colar no Google. O candidato precisa se dirigir a um centro aplicador e estar acompanhado por um representante da instituição durante todo o tempo da prova.

Sua nota pode variar de 0 a 120 e, para ter um nível básico/intermediário, precisa ter pelo menos 61 pontos. Entretanto, a prova é muito pedida para a entrar numa faculdade ou mestrado do mundo inteiro. Além disso, dependendo de uma para a outra, as notas podem variar bastante.

Pense por um segundo: quanto mais consagrada a instituição for, mais ela exige e espera dos seus alunos. Quando falamos de Harvard e Yale por exemplo, as notas devem ir além de 100. Por isso, é sempre bom estar devidamente preparado.

A importância do IELTS

Embora não seja tão conhecido como o TOEFL, o IELTS é outro teste importantíssimo. Ele também é aplicado em um centro credenciado e um exame com muita credibilidade no mercado.

A computação das notas, entretanto, conta com um esquema bem diferente no TOEFL ou IELTS. No IELTS, sua nota vai de 0 a 9 pontos e o mínimo exigido para quem tem alguma pretensão é 6 pontos. Pareceu puxado? Pois então vale lembrar que essa também está longe de ser a nota ideal.

Para quem quer provar a fluência ou ainda garantir uma vaga acadêmica, é bom se preparar e tentar chegar a 8 pontos.

Outra diferença muito importante é quanto à formação. O IELTS é muito usado em dois sentidos: para a entrada em universidades de todo o mundo e a imigração. O formato Academic é feito para a admissão nos cursos de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado em universidades de língua inglesa, como o próprio nome indica.

Por outro lado, o modelo General Training é mais amplo. Ele pode ser usado para treinamento profissional, ensino médio ou quem sonha em morar em outro país – ou seja, imigrar.

Semelhanças entre os exames

As duas provas contam com análises criteriosas nas quatro habilidades principais: Reading, Listening, Writing e Speaking. Ainda assim, o TOEFL ou IELTS não são nada parecidos.

Para saber como se preparar e o que cada um exige, veja os tópicos abaixo:

Listening

A habilidade de compreender em inglês é muito importante e demonstra seu grau de fluência na língua. No caso do IELTS, por exemplo, os áudios utilizados são com um sotaque mais britânico. Isso pode causar um pouco de estranheza para quem é mais acostumado com o americano.

Além disso, as questões e o vocabulário abordados de uma maneira geral podem ser considerados do inglês pré-intermediário até o avançado, já que as provas normalmente não têm questões tão avançadas ou específicas.

A prova exige uma atividade mais ativa que o TOEFL. Ou seja, espera-se que o candidato tenha dados e informações que não estão na prova, mas que pressupõem terem sido absorvidos nos anos de preparação e estudo.

Por outro lado, o TOEFL é uma prova que explora o inglês americano. Ele tem questões com uma relação maior com o ambiente acadêmico.

Além disso, as respostas são normalmente encontradas no teste, o que facilita muito a participação do candidato. Pense que as respostas já estão prontas e você precisa apenas encontrar a opção correta, não exigindo tanto um preparo anterior.

Reading

A compreensão é importante, mas não é o único critério de análise. A leitura, vocabulário e gramática também pesam muito.

No caso do IELTS, é fundamental entender a intenção do autor, então os candidatos devem se preparar com uma grande bagagem de leitura. Essa é uma seção bem mais exigente que a do TOEFL, além de ser mais imprevisível, o que acaba exigindo mais dos candidatos.

Já no TOEFL, os textos têm um perfil mais acadêmico, mas o vocabulário é colocado dentro desse contexto, o que facilita muito a compreensão. Além disso, entender sobre sufixos e prefixos pode ajudar muito.

É claro que você precisa se preparar, mas é bom saber e considerar as peculiaridades. Convenhamos: na tensão dessas provas, qualquer ajuda é bem-vinda, concorda?

Writing

O IELTS conta com duas redações. A primeira tem um perfil de interpretação de dados transmitidos pelo próprio exame e que tem duração de 20 minutos, então é bom se programar para não perder tempo. Eles analisam muito sua capacidade comparativa e os verbos para falar desses dados.

O segundo texto pede a opinião do candidato. No caso, você precisa expressar seu ponto de vista sobre um assunto estabelecido por ele e terá mais tempo para isso – 40 minutos. É muito importante mostrar embasamento e ser bastante convincente, pois isso melhora muito a sua nota.

O parte de writing do TOEFL também tem duas redações. A primeira tem um texto e áudio como referência. Nesse caso, você precisa responder o que cada um deles adiciona ao outro, dando um panorama mais geral e completo. É fundamental se programar e escrever um texto bem organizado, lembrando que não precisa falar da sua opinião, mas sim abordar sobre os materiais já oferecidos.

O segundo texto é bem similar ao do IELTS e você tem a liberdade de compartilhar sua opinião. Mas vale lembrar que, mais importante que a opinião em si, existe uma análise na sua argumentação, organização de ideias e vocabulário.

Speaking

Para fechar, os dois contam com uma seção oral – mas elas também têm suas peculiaridades. O IELTS tem 3 etapas diferentes, por exemplo. O teste oral começa com perguntas gerais sobre você e sua personalidade. São perguntas como o que você gosta de fazer, se você estuda e/ou trabalha, onde, os lugares que frequenta, etc.

Como é o próprio entrevistador que pergunta, fica bem mais fácil, pois você é orientado e consegue interagir com mais facilidade. Fique atento para utilizar os tempos verbais e as estruturas gramaticais de forma correta, pois tudo isso está sendo analisado e vai interferir na sua nota.

Entretanto, como é baseada na sua realidade e tarefas cotidianas, essa parte pode ser mais fácil que a maioria das pessoas espera.

No caso do TOEFL a entrevista é feita pelo computador, ou seja, sem nenhum tipo de interação. Suas respostas são gravadas e ouvidas depois, então precisa estar com tudo muito treinado pois um erro pode ser crucial e muito percebido dependendo da sua pronúncia.

Utilizar um vocabulário mais completo, com linguagem mais formal e uma estrutura mais avançada podem melhorar muito a sua nota, então, invista nesses pontos!

TOEFL ou IELTS: qual a melhor opção, afinal?

Como você percebeu, você deve escolher entre o TOEFL ou IELTS. Avalie qual o teste que garante e dá mais força para as habilidades que você é melhor. Assim você consegue se preparar de forma mais incisiva e colher ótimos resultados.

Se você fica mais à vontade em fazer uma prova oral com instrutor, pode seguir um caminho. Agora, se essa opção te aterroriza, talvez seja melhor fazer com um computador, pois assim você fica mais confortável. Na realidade, isso depende muito do gosto e perfil de cada um.

Como o TOEFL é mais padronizado, isto torna mais fácil o preparo para o exame. O IELTS, por outro lado, é uma prova mais “aberta”, exigindo uma base muito sólida dos candidatos e um preparo mais forte.

Além disso, não esqueça de considerar qual é o seu objetivo com esse tipo de exame antes de decidir entre o TOEFL ou IELTS. Se é mudar de país, por exemplo, pode ser que o TOEFL não seja o suficiente, então é sempre bom ponderar. O destino também pode influenciar muito. Se você vai para os Estados Unidos, então o TOEFL é o mais indicado. Contudo, se vai para Europa, talvez seja melhor optar pelo IELTS.

Para fechar, o TOEFL tem uma data de validade de 2 anos e deve ser refeito de tempos em tempos. Por outro lado, o IELTS é um exame que “não expira” e pode ser refeito a qualquer momento. Anyway, as universidades normalmente costumam pedir testes dos últimos 2 anos. Portanto, sob este aspecto, não faz muita diferença entre o TOEFL ou IELTS.

O que vem depois?

Depois de ler essa postagem e entender melhor sobre os dois exames, não se esqueça de escolher a opção que seja mais pertinente aos seus planos. Tenho certeza que você vai encontrar a opção ideal.

E aí, ainda ficou com alguma dúvida sobre assunto? Então poste aqui embaixo para que eu possa te ajudar!

Comentários