intercâmbio em casa de família

Host Family: 8 vantagens de um intercâmbio em casa de família

Quando as pessoas decidem morar fora do país, logo enfrentam uma dúvida cruel: ficar em alojamentos estudantis ou fazer o intercâmbio em casa de família? A decisão está longe de ser das mais fáceis, mas pode determinar caminhos bem diferentes.

Também conhecida como intercâmbio Host Family, essa é uma ótima oportunidade para quem quer ficar hospedado na casa de pessoas que moram no local. E não é só isso, pois as vantagens são muitas.

Se você está nesse momento de indecisão, então esse post foi feito para você! Descubra neste artigo completíssimo sobre o assunto as vantagens de um intercâmbio em casa de família e tome a escolha mais acertada.

Afinal, como funciona o intercâmbio em casa de família?

Na maioria dos casos, os interessados precisam comprar um pacote de intercâmbio em uma agência. Ela tem o contato com as famílias cadastradas nesse tipo de sistema. É claro que algumas pessoas conseguem fazer isso de forma mais autônoma e independente. No entanto, nem sempre esse é o caminho mais fácil!

A agência ou empresa contratada é a responsável por escolher uma família que tenha a ver com seu perfil e preferências pessoais. Ela faz isso sempre considerando o tempo e estilo de cada estudante.

Quem vai fazer um intercâmbio de high school ou durante a faculdade conta com outra opção: a escolha pode ser feita pela própria escola.

Como você já deve saber, esse tipo de hospedagem é paga, mas conta com muitas vantagens. Nada mais natural, já que essa é uma das melhores formas de imergir no idioma, conhecer um pouco melhor os costumes e conviver com moradores locais.

Entretanto, não se preocupe. Você vai entender tudo de forma mais detalhada na próxima parte desse post. Vamos lá?

Quais são as principais vantagens de fazer um intercâmbio em casa de família?

Deixando o “lero-lero” de lado, listamos aqui algumas vantagens que podem te convencer a adotar esse caminho. Veja abaixo:

1. Chance de imergir no idioma

Como adiantei na parte de cima, essa é uma das maneiras mais eficientes de realmente aprender uma nova língua. Não importa se é EUA, Irlanda ou Austrália – o importante mesmo é entender um pouco melhor como os moradores pensam e agem.

Uma casa de família é o tipo de lugar em que as pessoas estarão sempre comprometidas a falar em inglês. Esta uma atitude que pode parecer despretensiosa, num primeiro momento. Porém, é uma forma de fazer com que você aproveite muito mais o tempo que vai ficar por lá.

Se você ainda não acredita, pense que os papos vão desde o café da manhã e gostos a hábitos locais e várias outras coisas. E o melhor de tudo: você vai realmente entender um pouco melhor sobre a cultura da região, pois está convivendo com pessoas que realmente entendem disso.

2. Oportunidade de conhecer lugares fora da rota turística

Convenhamos: é relativamente fácil conhecer os pontos turísticos de um lugar, mas aqueles que ficam mais “escondidos” precisam de indicação. Quer alguém melhor para fazer isso que quem já mora no lugar há alguns anos?

Fazer um intercâmbio em casa de família faz com que seja fácil descobrir os melhores bares, restaurantes, cachoeiras e todos os outros pontos da cidade. Esses lugares são verdadeiras maravilhas, mas estão fora da rota de muitas pessoas. E tem mais: eles são consideravelmente mais baratos, sendo uma ótima maneira de economizar.

3. Descobrir sobre a culinária local

Uma Host Family pode revelar de forma verdadeira o que é a comida da região. Como fica participante de toda a rotina da família fica mais fácil perceber o que são os hábitos alimentares, os temperos, as bebidas mais comuns e vários outros detalhes. Bem interessante, né?

Você ainda pode aproveitar para se arriscar em algum prato, treinar suas habilidades culinárias e dar aquela turbinada no vocabulário.

4. Desfrutar de companhia para todas as atividades que fizer

Quer coisa pior que estar em outro país, querer passear e não ter ninguém para fazer companhia? Triste, né? Pois bem, se a família for acolhedora, então é bem provável que você não sofra desse mal, pois vai acabar desenvolvendo boas relações (e, de quebra, aproveitar a companhia dos pais ou irmãos.).

E nada de ficar sem graça, pois a própria Host Family tem muito interesse nesses tipos de programa também. Então movimente-se e aproveite essa família para mergulhar nessa cultura.

Só um cuidado: é claro que nem sempre a família pode ceder todo o tempo ou fazer todo o tipo de programação. Mas fique tranquilo! Depois de alguns dias de escola é bem provável que você faça mais amigos e a rotina se torne mais fácil e agradável!

5. Momento ideal para aprender gírias locais

Essas pessoas apresentam muita espontaneidade no falar, pois essa é a língua oficial deles e eles estão “em família”. Pense por alguns segundos: essas pessoas conhecem as expressões idiomáticas, gírias e outras formas bem peculiares de se comunicar daquele país.

Esses são os pontos mais difíceis de serem desenvolvidos, então é natural que sejam muito valorizados por um intercambista.

Além disso, como convive com pessoas de diferentes faixas etárias é natural também que perceba como as pessoas se comunicam de maneiras distintas. Pais, mães, irmãos e sobrinhos podem apresentar muitas variações linguísticas (e isso também é muito agregador).

6. Desfrutar de mais facilidades nos preparativos da viagem

Não importa se essa é a primeira vez que vai sair do Brasil ou se já se acostumou com essa rotina de viagens internacionais, tudo pode ser bem mais fácil com a ajuda de uma família local. Eles te ajudam no planejamento, tipo de roupa para levar, que tipo de seguro fechar e vários outros detalhes.

Somado a isso, existe também a descomplicação de não ter que se preocupar com apartamento para alugar, seguro, localização, fiador, etc. Optando por um intercâmbio em casa de família fica bem mais fácil se programar, pois eles já têm toda a estrutura.

7. Recepção acolhedora e uma segunda família para a vida

É isso mesmo: muitas pessoas acabam ganhando uma segunda família depois de um intercâmbio. E não ser aceito ou não se enturmar é um dos maiores medos que quem vai fazer esse tipo de viagem pode ter.

Uma Host Family pode fazer com que você tenha uma recepção mais próxima, pois eles costumam buscar no aeroporto, ensinar a se deslocar pela cidade e dar várias dicas. Além disso, se um dos seus “irmãos” for mais ou menos da sua idade, então podem ir para escola juntos, sair e encontrar um amigo para toda a vida.

Vocês podem acabar se tornando tão próximos que poderão construir vínculos de alma. Isso faz com que você acabe voltando para o casamento de outros familiares, acompanhe o crescimento de filhos e tenha um relacionamento bem próximo.

8. Chance de comer melhor

Acostumar-se com a culinária de outro país pode ser outra grande dificuldade. Muitos brasileiros compartilham que sentem falta do famoso “arroz e feijão” e outras comidas típicas dos seus respectivos estados.

Quem faz um intercâmbio em casa de família tem tudo isso no pacote (na maioria dos casos, todas as alimentações estão incluídas).

Além disso, essa pode ser uma forma de aprender a cozinhar vários pratos típicos desse local. Já falei também que essa é uma boa forma de aprender inglês. Pois, enquanto cozinha, você vai se familiarizando com temperos, ingredientes, formas de preparo e outros detalhes.

Que cuidados devo tomar?

Embora existam muitas vantagens, é bom tomar cuidado e ponderar alguns cuidados importantes também. Para não ficar perdido em quais são eles, listei alguns aqui para você.

1. Escolha uma família local

Por mais legal que uma família de imigrantes possa ser, talvez não seja o mais indicado para esse momento. O ponto é que quem vai fazer um intercâmbio em outro país quer mergulhar nesses detalhes e escutar como eles se comunicam.

Como já falei, essa é uma ótima maneira de treinar a compreensão e  melhorar a pronúncia (perdendo o famoso sotaque). Por isso, escolha famílias locais, com muita bagagem e que possam te ensinar muito. Você vai se agradecer por ter tomado esse cuidado!

2. Peça a troca caso não haja identificação

Algumas vezes acontece de a agência não acertar na escolha da família – um detalhe que faz toda diferença. Portanto, se acontecer de chegar e não sentir a química necessária na primeira semana, peça a troca rapidamente.

Essa é a melhor forma de viver de forma mais tranquila e aproveitar esse momento único na sua vida!

3. Seja criterioso com a escolha da escola

Para fechar, a escola é outro ponto que merece atenção. Por mais que a família ajude muito, é fundamental conjugar isso com uma boa escola. Essa é uma maneira eficiente de turbinar o inglês e garantir resultados melhores.

Agora você teve um panorama completo sobre como um intercâmbio em casa de família tem muitas vantagens. Por isso, não deixe de considerar essa possibilidade na hora de fechar sua viagem. Considere seu perfil e desfrute de todos esses benefícios.

E você, conhece outras pessoas que pretendem se aventurar dessa maneira? Então compartilhe esse post agora mesmo nas redes sociais e ajude cada um deles! Nos encontramos por lá!

Comentários